sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Documentário: Meninas



A diretora carioca Sandra Werneck mergulhou num projeto inteiramente diferente após o sucesso da cinebiografia "Cazuza -- O Tempo Não Pára", visto por 3 milhões de pessoas em 2003. Ela voltou às origens, ou seja, ao gênero documentário, e fez "Meninas", um filme sobre adolescentes.

As protagonistas são quatro adolescentes grávidas e de baixa renda. Moradora da Rocinha, Evelin, de 13 anos, engravidou de um namorado de 22, que acabou de sair do tráfico de drogas. Luana, 15 anos, garante que sua gravidez "foi planejada" -- para aflição de sua mãe, uma faxineira que ainda tem de criar uma outra filha de cinco anos.

O caso mais impressionante é o de Edilene, 14 anos, e Joice, 15, que engravidaram praticamente ao mesmo tempo do mesmo rapaz, Alex, um ajudante de marceneiro que agora se esforça para atender a duas famílias, além de tentar prover a própria sobrevivência.

"Meninas" vai muito além de uma simples investigação sobre a gravidez precoce, um problema crucial no Brasil, onde uma em cada cinco gestantes é adolescente.

Fica muito claro nas entrevistas que, mesmo não tendo total consciência das implicações da maternidade, não faltam às garotas informações sobre sexo e concepção. Ou seja, havia a possibilidade de evitar a gravidez, mas isso não foi encarado com seriedade. Para algumas meninas, ser mãe representa afirmação e chegada à vida adulta.

Em nenhum momento "Meninas" se propõe a fazer um julgamento de seus personagens, ou qualquer discurso moralista. Contando com depoimentos muito bons, tanto das garotas, quanto de suas mães, consegue-se identificar, porém, a falta de sonhos pessoais e profissionais dessas jovens de baixa renda.

Por isso, o filme torna-se um retrato preocupante de uma juventude pobre e sem perspectivas, que eterniza de pai para filho um assustador ciclo de pobreza. Os problemas sociais, como a baixa escolarização e profissionalização, não raro funcionam como caldo para a criminalidade, como o sempre presente tráfico de drogas nos morros cariocas.

Antes de estrear no Brasil, "Meninas" percorreu um circuito de festivais, começando pelo de Berlim, em fevereiro de 2006, onde foi aclamado na mostra Panorama, não-competitiva. Depois, abriu a seção carioca do É Tudo Verdade -- Festival Internacional de Documentários, em março, e competiu no último Cine PE -- Festival do Audiovisual, em Recife.


(Evelin - 13 anos)

Um comentário:

  1. valeu se não você não saberia terminar meu trabalho

    ResponderExcluir